sábado, 14 de julho de 2012

Câmbios I-Motion e Dualogic. Marketing bem feito, produto não.

Câmbio automático "de verdade"

O câmbio automático no Brasil ainda é um item de luxo, oferecido até bem pouco tempo apenas em carros mais caros. Aliás, qualquer coisa que não seja banco, roda e volante, aqui por estas terras é considerado um item de luxo.

Especificamente falando do câmbio automático, grande parte da culpa de não termos esse acessório difundido em mais modelos é do próprio brasileiro, um povo que pouco se informa e gosta de levar crendices e situações antigas de problemas por décadas a fio. Algumas lendas que existem na cabeça das pessoas até hoje:

- Carro automático gasta muito combustível
- O conserto é caríssimo
- É carro de velho

E a que mais gosto, a síndrome de Ayrton Senna:

- Carro automático é para bobão, eu gosto é de "cambiar", sou piloto, gosto de ter controle das trocas de marchas.

A verdade é que há muitos anos os câmbios automáticos vem evoluindo, pouco se perde em consumo de combustível hoje em dia e pra quem sabe pisar corretamente no acelerador, um carro com câmbio automático é até mais econômico que sua versão com câmbio manual.

O medo da manutenção também não se justifica, um câmbio automático é feito para durar mais que a própria vida útil do motor, além disso, você não tem nenhuma manutenção com troca de peças programada em sua vida útil, apenas é necessário trocar o fluído em intervalos muito grandes de quilometragem. Algumas montadoras já vendem modelos que não necessitam sequer dessa troca, são os fluídos "lifetime". Já em um carro com câmbio manual, você terá que arcar com o custo de uma troca de embreagem, que não é nada barato também. Você só gastará dinheiro com câmbio automático se realmente não cuidar, deixando de trocar o fluído quando necessário. A troca do fluído é muito mais barata que a troca de embreagem de um carro normal.

Ponto. Até aqui eu estava falando de câmbios automáticos de verdade, que equipam carros como: Corolla, Civic, Vectra, Fusion, Focus e para não ficar só nos médios: Kia Picanto, Citroen C3, Peugeot 207, Fit e pasmem: Sandero e Logan, parabéns para a Renault, que apesar de fazer carros tão feios, presenteou-lhes com um bom câmbio.

Esses carros são equipados com câmbios automáticos "tradicionais", que fazem troca de marchas com muito conforto e requerem manutenção quase zero. É o tipo de câmbio que equipa mais de 90% dos carros nos EUA e Japão.

De uns tempos pra cá, com o aumento agressivo no trânsito das capitais brasileiras, a procura por câmbios automáticos vem aumentando, pois não há quem aguente ficar "pedalando" o carro em meio a congestionamento, trocando de marchas freneticamente. Aliás, esse é o tema do mais recente comercial da Volkswagen para promover o seu "câmbio automático".

"...pisar no pedal da embreagem 4 mil vezes por semana..."


Essa introdução toda é só para mostrar o que estão tentando te esconder: os câmbios automatizados, vendidos como algo muito superior.

Na verdade um câmbio automatizado vendido no Brasil é exatamente o mesmo que existe em um carro manual: uma caixa simples, que depende de um pisão na embreagem e um tapa na alavanca de câmbio para que se mude a marcha. A diferença é que existem dois robozinhos escondidos debaixo do capô, um aperta a embreagem e o outro muda a marcha, controlados eletronicamente. Daí o motivo de algumas vezes este câmbio ser chamado também de robotizado.

Nos países de primeiro mundo, já existe uma versão bem mais moderna deste tipo de câmbio, que são os automatizados de dupla embreagem, muito eficientes, até mais eficientes que os câmbios automáticos tradicionais.

Infelizmente, você que mora no Brasil e adora pagar caro em tudo, te empurram a primeira geração desse tipo de câmbio, são os que conhecemos aqui como I-Motion (Volkswagen), Dualogic (Fiat) e Easytronic (Chevrolet), o terceiro é o pior e mais problemático deles. São nomes bonitinhos para câmbios ruins, investem no marketing grande parte do que poderiam ter investido no produto, a sobra vira lucro para montadoras e prejuízo para você, consumidor.

Dizem que uma imagem vale mais que mil palavras, um vídeo então vale quantas? Abaixo dois vídeos comparando o câmbio automatizado da Volkswagen vendido no Brasil (de embreagem simples igualzinho o do carro manual) e o moderno automatizado de dupla embreagem vendido pela mesma marca, nos países de primeiro mundo:


Polo brasileiro I-Motion: trocas lentas, especialmente na primeira marcha

Polo europeu: com câmbio DSG, as trocas lembram a de um carro de corrida


O duro é saber que pagamos bem mais caro num produto muito pior. A esperança é que este seja o primeiro tropeço passo para que em breve venham os câmbios automáticos de verdade ou automatizados de dupla embreagem. O público exigir um câmbio melhor, já será de grande valia.


40 comentários:

  1. Se abrir as portas desse Polo europeu ele deve levantar voo. Pena que os tupiniquins aqui não dão uma estudada nos carros antes de comprar.

    ResponderExcluir
  2. Muito legal a postagem! Aproveitando o tema, você sabe dizer se fica muito mais caro fazer um automático de seis marchas em vez de cinco, ou de cinco em vez de quatro? Existe carro de quatro marchas que não berre em altas velocidades?

    ResponderExcluir
  3. Anônimo,

    Sobre o preço de um automático de 5 ou 6 marchas, tudo vai depender do mercado. No começo sempre será mais caro pelo fator novidade, com o tempo se torna comum e o preço baixa. Nos Audi e BMW hoje é comum encontrar câmbios com 7 ou 8 marchas. Isso é mais um argumento de marketing do que um benefício realmente palpável.

    Sobre o câmbio de 4 marchas, não pense que pelo fato de ter poucas marchas o carro vai berrar em altas velocidades, muito pelo contrário. Se você pegar a versão manual de 5 marchas do Civic ou Corolla e comparar com a versão automática de 4 marchas, você vai perceber que o automático "berra" bem menos na estrada. Embora tenham somente 4 marchas, as relações são bem longas. Em segunda marcha você consegue chegar a mais de 100km/h. Quando está em quarta fica bem silencioso.

    O problema de ter somente 4 marchas é quando você quer dirigir mais esportivamente, o degrau entre uma marcha e outra é grande, mas nada que atrapalhe para uma condução normal do dia a dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agora sim! Eu tenho pouca experiência com carros automáticos e, com esse preconceito que tinha em relação aos 4 marchas, estava excluindo vários carros de que gosto da minha lista de futura compra. Com a sua explicação, que faz todo o sentido, eles agora retornam à disputa e ganham direito a um test drive, rs.

      Sobre a popularização, não tem como discordar. O fenômeno que permite que bens e serviços de luxo se tornem acessíveis é a verdadeira maravilha do capitalismo!

      Valeu pela atenção,

      Abraço!

      Excluir
  4. Vi os videos. Não dá para comparar o desempenho de um DSG acoplado ao motor TURBO com o automatizado no motor aspirado. Se houvessem videos com o inverso a comparação seria possível. Outro detalhe: o câmbio automático do grupo PSA (peugeot/citroën) é pior que qualquer automatizado, manual e até mesmo carro sem câmbio. AL4 - faça uma busca. Quanto ao desempenho desses automáticos pré-históricos de 4 marchas vendidos em carros mais baratos no Brasil, sinceramente acho melhor um automatizado de 5 marchas.
    O que eles fazem é jogar lixo (produto que não vai vender no mercado Europeu ou Americano) aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que idiota, só ouviu comentarios na net, mas já teve um AL4? é melhor que qualquer automatizado, já tive ambos

      Excluir
  5. Parece que o dualogic, agora que é "plus", deu uma melhorada boa. Alguém confirma? Devo ir fazer um test drive nesses próximos dias pra conferir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho um G Siena Dualogic e gostei. Claro que não se compara ao câmbio automático de um Civic, mas é bem melhor que trocar marchas!

      Excluir
  6. Marcello,

    Os motores são diferentes, mas a idéia é mostrar a velocidade de troca de marcha de um câmbio DSG comparado ao ASG (i-motion brasileiro).

    O câmbio peugeot tem seus defeitos, mas pode ter certeza que se bem cuidado e feitas as trocas de fluído no tempo certo, a possibilidade de dar problemas é bem menor que um automatizado.

    Os câmbios de 4 marchas podem ser arcaicos, mas são de longe muito melhores que qualquer automatizado de embreagem única, caso dos i-motion, dualogic e easytronic. Dirija um Civic ou Corolla de 4 marchas e depois dirija um Gol, Polo, Palio, Stilo, Bravo e etc, não dá pra comparar a suavidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fiz exatamente isso que você disse. Sou do c4clube.com e do meupicanto.com. Muitos quilômetros com câmbio AL4 e o 4 marchas automático do picanto. O AL4 é campeão em reclamações e problemas crônicos de trancos e eletroválvulas. Sem contar quando travam no meio de uma ultrapassagem. Eu tenho CERTEZA que esse câmbio AL4 não presta.

      Hoje tenho um palio sporting dualogic. Sinceramente: muito melhor que os automáticos. Já dirigi corolla e digo: os carros parecem que estão patinando como se fossem mobilete. O AL4 é o PIOR deles com certeza, pois além de ficar patinando e ser indeciso nas reduções, quebra e dá trancos como nenhum outro.

      A sportage (automática, 6 marchas) e ASX (CVT) são muito melhores. Mas na faixa de preço de um palio não há nada melhor e mais econômico. No nosso trânsito o conversor de torque trabalha o tempo todo e gasta como ninguém.

      Comparando: hoje o palio dualogic 1.6 (com diferencial encurtado e aro 16, pneu 195) consome a mesma coisa que um picanto 1.0 automático (aro 14, pneu 165) na cidade (10 km/l) e é mais econômico na estrada. Andei 15 mil km com o picanto e 2.000 km com o palio, cuja tendência é ser ainda mais econômico após os 5 mil km. Ou seja: mais potência, mais conforto, mais espaço pelo mesmo preço e com consumo menor. Não tive dúvidas e ainda aproveito os paddle shifts que equipam o palio.

      Em relação às trocas: a velocidade das trocas em dupla embreagem é mais rápida, mas a rapidez em que o motor turbo atinge o giro também é mais rápida, por isso o comentário.

      Não são carros esportivos. Carro urbano deve ser conduzido como tal. E no trânsito (proposta dos ASG - automatizados) a diferença não compensa o preço que ainda os separa dos DSG.

      Quando o preço dos DSG baixar, os ASG vão começar a ficar para a linha popular 1.0, provavelmente. Ou seja, o lixo continua sendo feito para o Brasil.

      Excluir
    2. Pessoal, estou comprando um Jetta 2.5 2007 150 cv . Andei com o carro o cambio 6 marchas é show. Sem trancos e respostas rápidas. Alguém tem algo a falar deste cambio ?

      Excluir
  7. Guibro,

    Os dualogic receberam recentemente uma atualização de software. Basicamente, adicionou uma função que se chama "creeping" e também uma ligeira mudança em alguns momentos na troca de marcha.

    Não é nada demais. Um avanço real seria termos os câmbios automatizados de dupla embreagem. As montadoras ainda não acham que nós brasileiros merecemos e então ainda nos empurram esses câmbios mais simples e problemáticos.

    ResponderExcluir
  8. O grande segredo pra abandonar o câmbio manual ou automatizado é dar uma voltinha num câmbio automático de verdade. De quatro marchas mesmo!

    Dá uma voltinha e pronto. Eu caio na gargalhada quando vejo um iMotion, Dualogic ou Easytronic na rua.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este anônimo não leu nada do que foi escrito acima. Siga sua vida, feliz por gastar mais combustível e por ter dado mais dinheiro em vão para as montadoras. Exemplo de brasileiro. Não sabe o que compra, não sabe o que usa. Mas ainda assim é o mais esperto que sempre leva vantagem em tudo! Rumo à copa!

      Excluir
  9. Pessoal, estou comprando um Jetta 2.5 2007 150 cv . Andei com o carro o cambio 6 marchas é show. Sem trancos e respostas rápidas. Alguém tem algo a falar deste cambio ?

    ResponderExcluir
  10. Pessoal, estou na dúvida entre um novo punto dualogic e um new fiesta hatch. O que vcs aconselham?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em matéria de design, o fiesta é mais moderno e não tem cara de remendo em projeto antigo que não deu certo na Europa, que foi o que fizeram com o Punto.
      Como o assunto aqui é câmbio: analise o uso do carro. Se você reside em cidade engarrafada e vai ficar engarrafado, usando só 1ª e 2ª marcha, não deixe de ter um carro automatizado.
      Compensa e muito hoje em dia. Se o uso for finais de semana ou em estradas, o câmbio automatizado já não vai compensar tanto.
      Na hora da revenda com certeza seu automatizado vai ter mais mercado.
      São dois carros muito bons no geral.

      Excluir
  11. Vitor S Figueredo24 de abril de 2013 00:01

    Primeiro, câmbio automático "tradicional" e robotizados, isso é história pra contar pra pessoas que não entendem do negócio técnico. Câmbio existem 3 tipos só, o primeiro é o manual, o segundo é sequencial e terceiro automático. Dualogic, I-motion, easytronic e os automatic, são todos câmbios automáticos, o que altera é a transmissão, ai sim existe a robotizada (nome correto é transmissão manual automatizada), transmisão continuamente variável, transmissão de dupla embreagem (automatizada) e uma transmissão automática(é uma transmissão com engrenagens planetárias, mas como foi a primeira automática, ela é chamada simplestemente como transmissão automática).

    Segundo, os chamados "cambios automatizados" são melhores que os automáticos, só perdem no conforto da troca de marcha, assim vale a pena comprar carro com sistema dualogic ou i-motion aqui no Brasil sem sombra de dúvida.. Problemas todo o produto apresenta, o que vai diferenciar é um bom pós-venda da marca e tratar o cliente com respeito e reparar o problema.

    E uma coisa, pra quem não sabe as transmissões automatizadas são tão boas que foram desenvolvidas para Fórmula 1 em 1989 pela Ferrari e até hoje equipam os carros(hoje utilizam a de dupla embreagem).

    ResponderExcluir
  12. Vitor,

    Esses automatizados que você está falando não tem nada a ver com os automatizados porcaria vendidos aqui no Brasil.

    Os dualixo, imotion etc.. são cambios de embreagem simples.

    Os bons são os de dupla embreagem, que ainda não estão popularizados por aqui, somente em outros países, onde o consumidor é menos burro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menos burro seria o consumidor anônimo ao menos LER o que já foi escrito no tópico antes de comentar.

      Excluir
  13. Olá, boa noite Senhores(as).

    Tenho alguma experiência prática com câmbios (ao menos dos carros que "mortais" podem adquirir sem vender órgãos, ou drogas e etc..)
    Já tive alguns carros:
    Parati 95/96 quadrada com direção hidráulica (era uma delícia de dirigir e me dá saudades até hoje), Gol 1.0 turbo de fábrica (que me roubaram antes que pudesse apresentar algum problema), corsa 1.8 (bebe como 2.0 e anda como 1.6), astra 1.8, astra 2.0 monocombustível (daquela cor azul-calcinha que a Chevrolet vendia com desconto.. rs), astra 2.0 flex, celta 1.4 (o pior carro que eu já tive ou dirigi), focus 1.8 zetec (muito bom), focus duratec automatico (o primeiro carro automatico que tive), renault clio 1.0 (era do meu irmao, mas eu tb dirigia), citroen c4 pallas e citroen c4 hatch (ambos automaticos, e o pallas teve o famoso problema da eletrovalvula que trava, arrumado em garantia).
    Atualmente tenho um vw fox prime imotion.
    Olha, não que eu tenha uma larga experiencia em câmbios automaticos, afinal, posso comparar o automatizado apenas ao câmbio de 4 marchas do focus (não tinha sistema tiptronic), mas nem precisava, o cambio era bastante bom e agil) e ao câmbio 4 marchas PSA (o famoso AL4, extremamente ineficiente e de durabilidade e confiabilidade BEM ruins).
    O Fox é 2013, portanto a "calibragem" ou sei lá como chamam a atualização do software que gerencia o câmbio, é atual.
    O câmbio (PARA MIM, NO MEU CASO ESPECIFICO), é excelente. Não dá tranco e é BEM mais ágil que um automático convencional.
    Mas isso no MEU caso específico, porque eu SEMPRE conduzo com o modo esportivo (botão "s") ativado, o que faz o carro ter um consumo não muito bom, pois roda constantemente com o giro um tanto alto, especialmente para um motor 8v que claramente privilegia o torque (alias, muitissimo eficiente o conjunto motor-câmbio do fox imotion, ele tem desempenho e consumo claramente superior aos dois citroens 2.0 automaticos que tive).
    Não posso dizer que o câmbio é confortável, porque o carro não o é. A proposta do fox não é conforto (alias, a VW não privilegia conforto, o que pra uns é ruim e pra outros, pouco importa).
    O i-motion, sem o modo esportivo ativado é "bobão". Exige que se afunde o pé no acelerador para "acordar" e reduzir a marcha, e se o pé não permanece lá no fundo do acelerador, ele troca novamente a marcha e te faz de idiota.
    Então, o i-motion (na minha opinião), não é ruim. Mesmo!
    É um câmbio automatizado que não privilegia conforto e é bom para quem prefere conduzir de uma forma mais ágil. Inclusive as "borboletas" no volante funcionam muito bem e a troca é tão ágil quanto um câmbio manual (aliás, quase tão ágil, digamos, uns 85% tão ágil, o que é muito bom, comparado aos automaticos convencionais com sistema tiptronic em que a velocidade da troca de marcha é patética e irritante).
    Aqui na terra dos índios botocudos, um câmbio automatizado (que nada mais é do que um cambio manual que troca as marchas automaticamente) tem SIM uma manutenção mais em conta do que um automático pois no automatizado, vc um dia trocará a embreagem, como num câmbio manual. Só. Já no automático, amigo, as poucas oficinas especializadas que temos (e estou falando de SP), cobram mais de 2 mil reais só pra abrirem seu câmbio e darem bom dia.
    Não se pode comparar um câmbio automatizado simples com um câmbio de dupla embreagem. É o mesmo que comparar um carrinho 1.6 comum com um Subaru Impreza WRX. Um é feito pra te levar do ponto A ao ponto B com um pouco mais de conforto que um ônibus, o outro é a expressão do estágio atual da engenharia humana na construção de câmbios. Tá, talvez nem tanto, mas é um PUTA dum SENHOR câmbio.
    CLARO que um DSG, um CVT, são melhores que um automatizado, até mesmo os carros equipados com esses câmbios são de outra categoria!
    Um câmbio automatizado é mais barato que um automático convencional, que dirá um DSG e afins...
    O i-motion NÃO é ruim. O ruim é ser pobre (e sim, o preço dos carros e peças neste país é irracional, mas enquanto não mudamos isto...)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom seu comentário

      Excluir
    2. Jean, muito bom teus comentários cara... pontos em concordância e outros não mas no geral bem legal. O que eu gostaria de ressaltar cara é que conforme você mesmo falou seu fox é 2013 e em minhas pesquisas sobre o i-motion encontrei muitas reclamações sobre modelos fox, polo, nos modelos de 2009 e 2010 principalmente. Na atualidade estou fechando a compra de um polo sedan 2011 confortline até o fim do ano mas sinceramente tenho muito medo em adquiri-lo pois os dois pontos do veículo que devem demonstrar resistência e confiança ao proprietário é o motor e o câmbio e isso os automatizados brasileiros tem deixado muito a desejar. O meu medo é ficar na oficina o tempo todo e gastando uma fortuna quando na essência do câmbio, não passa de um manual.

      Excluir
    3. Jean, muito bom teus comentários cara... pontos em concordância e outros não mas no geral bem legal. O que eu gostaria de ressaltar cara é que conforme você mesmo falou seu fox é 2013 e em minhas pesquisas sobre o i-motion encontrei muitas reclamações sobre modelos fox, polo, nos modelos de 2009 e 2010 principalmente. Na atualidade estou fechando a compra de um polo sedan 2011 confortline até o fim do ano mas sinceramente tenho muito medo em adquiri-lo pois os dois pontos do veículo que devem demonstrar resistência e confiança ao proprietário é o motor e o câmbio e isso os automatizados brasileiros tem deixado muito a desejar. O meu medo é ficar na oficina o tempo todo e gastando uma fortuna quando na essência do câmbio, não passa de um manual.

      Excluir
    4. Comprei um Fox 2012 imotion 1.6 pelo computador de bordo marca 6.5 no álcool e 8.0 na gasolina. Está correto??

      Excluir
  14. Olá, matéria muito boa, eu sai das linhas tradicionais aqui no brasil (fiat/ford/volks/chevrolet) a 4 anos, elas acostumaram a enganar o consumidor e estão paradas no tempo.
    Ja tive Renault gostei muito e o hoje tenho um Nissan Sentra automático, não pretendo voltar para cambio manual.
    O cambio do Sentra é fantástico. O que você acha???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Câmbio CVT provavelmente durará mais que o carro. É o mais confortável nas mudanças de marcha e as versões novas têm "trocas" bem rápidas.

      Na verdade, nele as "marchas" são virtuais, pois trata-se de um eixo cônico, chamado continuamente variável. Não é o mais esportivo dos câmbios, mas não fica devendo aos automáticos. Em desempenho perde para os automatizados DSG (de dupla embreagem). Em consumo perde um pouco para os automatizados de uma só embreagem.

      Já dirigi Sentra, ASX, LANCER. Gostei muito do desempenho e do conforto. Como dito pelo Jean D - aí em cima, é perfeito, tanto que equipa carros de outra categoria e de custo superior. Os automatizados (mal) criticados pelo post inicial equipam carros mais baratos.

      Excluir
  15. Como se vê, temos prós e contras os câmbios automatizados. Se considerarmos somente a Fiat, marca que comercializa 12% de seus carros com câmbio Dualogic (agora o Plus), este ano foram produzidos e vendidos aproximadamente 10.000 veículos automatizados, de um total de 110.000. Infelizmente, como é de praxe, podemos fazer 10 coisas boas que ninguém nota, porém se cometemos um erro, aí as coisas se complicam, ou seja, é uma tendência humana a fixação no negativo. Entre os proprietários satisfeitos com os câmbios automatizados, poucos se preocupam em fazer comentários na imprensa ou na net, enquanto que a maioria dos insatisfeitos ou "do contra", certamente postarão seus comentários negativos. Conclamo os clientes satisfeitos com os câmbios automatizados a se manifestarem quanto às vantagens que sentiram com o uso desse equipamento

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo do dia de Finados/2013: Foi só o que eu fiz desde que descobri esse blog. Leia meus comentários e, se quiser, os divulgue!

      Excluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  17. tenho um ideia adventure dualogic 10/11 ele apresentou um havaria motor 35mil km e a marcha fica caindo no neutro e o carro não anda oque pode ser... ?

    ResponderExcluir
  18. Em relação ao cambio, voyage i-motion ou grand siena dualogic plus ? E tb em relação ao carro, consumo, preço de manutenção, entre outros... Fiz o teste nos dois, mas era o dualogic anterior, e penso que como o cambio manual da vw é melhor gostei mais do asg, porém o da fiat foi atualizado e agr fica a duvida.

    ResponderExcluir
  19. O câmbio automatizado do voyage é o mesmo da GM. O da Fiat é o mesmo também, porém, como prerrogativa de contrato, a Fiat tem preferência nas atualizações, só disponibilizadas para as outras marcas no ano seguinte. Ano que vem os VW e GM já terão o novo software de gerenciamento "plus" da Fiat.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que eu quis dizer que por o cambio manual da vw ser melhor o asg é melhor, ja que a base é o cambio manual comum do carro... mas entre voyage e grand siena, ambos automatizados, qual a melhor escolha?

      Excluir
  20. estou com um problema no cambio dualogic do ideia adv 2010/2011 esta constando no rastreador cambio de embreagem baixa mas a embreagem esta em perfeitas condições o que poderar ser nenhum mecânico esta conseguindo resolver..

    ResponderExcluir
  21. Estava pensando em comprar um Idea duologic. Tive a sorte de encontrar estes comentários e nao entrar nesta armadilha da fiat

    ResponderExcluir
  22. Muitas duvidas! Tenho em vista dois Ida Adventure um 2011 dualogic outro 2012 Manual com a diferença de valor apenas de 1.000, Reais do 11 para o 12 da mesma cor ....

    Que indecisão OBS o 012 ja foi batido e esta com 48mil rodado o 011 e original unica dona esta com 70mil rodado...

    ResponderExcluir
  23. Coragem da galera ai de cima comprar carro com cambio automatizado..todos que conheço falam que deu problema, pelo menos uns quatro casos de conhecidos meus, tanto do i-motion da VW como dualogic da Fiat, do easytronic da GM não vou opinar porque não conheço ninguém que tenha, e o melhor vai vender e ninguém quer, um dos conhecidos que mencionei tá tentando vender um fox 1.6 i-motion 2012 por R$ 3.000,00 menos da tabela Fipe e nem proposta, quando ele fala que é automatizado a galera pula fora, nem garagem pega na troca, se pega que pega matando o cara..parabéns aos corajosos..

    ResponderExcluir
  24. Boa tarde. Minha irmã e deficiente física necessita carro automático.
    O que vcs indicam ? Automático ou automatizado, qual modelo e marca dão menos problemas. Ela mora em Itajaí SC, não temos mtos congestionamentos.
    Ela é aposentada e não tem dinheiro disponível para estar toda hr fazendo manutenção no carro, nem dinheiro sobrando e nem pode ficar mto tpo sem carro, pois o mesmo é as pernas dela.
    Que carro nos indicam? Ela está saindo de um corsa sedan automático, que serviu mto bem até o momento. Estamos c dificuldades de encontrar carro pequeno c câmbio automático, is q encontramos é automatizado, e nos falam horrores principalmente o dualogic da fiat.
    Solicitou orientação.
    Grata.

    ResponderExcluir